(48) 3028-7070
Ortopedia e Cirurgia da Coluna

Coluna e dores durante ciclismo

Por Gustavo. 28 de junho, 2015. Comente este post

Embora algumas pesquisas apontem que a grande maioria dos ciclistas sintam dores na coluna ao pedalar, dificilmente estas dores estão relacionadas a lesões. Pode-se afirmar que as dores na maior parte das vezes são decorrentes de um ajuste incorreto de suas bicicletas, devido a um período de adaptação ou sobrecarga muscular nos treinos.

Neste sentido, e principalmente como ferramenta de prevenção, existe o Bike Fit, um serviço de ergonomia feito para o ciclista. Durante o bike fit, o corpo do ciclista é medido e são feitas diversas análises com o ciclista na bike e fora da bike, para determinar as características do seu corpo, estilo de pedalada e uso que o ciclista fará da bicicleta, bem como futuros ajustes e adaptações necessárias.

Entre as queixas mais comuns dos amantes ou iniciantes no mundo das bicicletas estão:

  • Dor no pescoço: As dores do pescoço podem estar relacionadas a uma posição do guidão muito baixo e/ou distância guidão-selim muito longa. Devido a um posicionamento inadequado gera-se sobrecarga de peso nos braços e nos ombros, e uma compensação precisa acontecer no pescoço, o que acaba gerando dor.
  • Dor Lombar: Principalmente para pessoas que já apresentam algum grau de degeneração na coluna lombar ou para ciclistas de mountain bike que preferem os treinos “verticais” com morros, é frequente a queixa de desconforto lombar. Aqui fica a dica e o alerta, se as dores forem persistentes, principalmente nas subidas longas, localizadas na região lombar baixa, a procura por um profissional da área da saúde ou médico é muito recomendada. A dor lombar pode estar relacionada claro a um posicionamento ruim na bicicleta, à falta de força dos músculos posturais, mas pode ser devido a lesão do disco intervertebral (protusão discal, ruptura do anel fibroso ou até uma hérnia de disco, figura abaixo).
  • Dores nos punhos e cotovelos: As dores nos punhos ou os casos de dormência na mão, normalmente estão relacionados à má distribuição de peso e alinhamento do ciclista sobre a bicicleta, o que pode impor sobrecarga as mãos e cotovelos do ciclista. Outro problema muito comum é a falta de alinhamento das manetes de freio (e câmbio) em relação às mãos do ciclista. O ideal, enquanto você estiver com as mãos no guidão, é que sua mão esteja alinhada ao antebraço.
  • Desconforto ao sentar: O desconforto ao sentar, é mais comum nos iniciantes, que ainda não estão acostumados a descarregar o peso sobre os ísquios, mas esse desconforto tende a diminuir com o passar do tempo.
  • Dormência nos pés: a dormência nos pés é outro ponto muito comum de desconforto entre os ciclistas (e mountain bikers). Esse tipo de desconforto pode estar relacionado à sapatilha apertada demais ou ao mal posicionamento do taco do pedal. Cuidado também ao comprar sapatilhas apertadas, sabemos que devido a diminuição o retorno venoso durante uma longa pedalada é comum acontecer inchaço nos pés e pernas.

Quando comparado a esportes de contato, ou a corrida, futebol, artes marcias ou tênis, o ciclismo por se tratar de um esporte sem impacto, dificilmente causa lesões ou alterações sérias a coluna. Para ciclistas que sentem desconforto por tempo prolongado (2-3 meses) ou de elevada intensidade, a avaliação de um profissional é muito recomedada. Não existem estudos a longo prazo relacionando a posição em flexão do tronco adotada pelos ciclistas, principalmente de estrada, e maior incidência ou aparecimento de lesões na coluna (como hérnia de disco, etc).

A não ser pelos acidentes de trânsito, o ciclismo é um esporte muito seguro, não tem relação com maior surgimento de lesões ortopédicas sérias e traz diversos benefícios, principalmente cardiovascular. Pratique o esporte com segurança, tome sempre cuidado nas descidas. Utilize a mesma mão dos carros com bons itens de iluminação. Bons treinos e boas pedaladas!

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

Dr. Gustavo Carriço – ortopedista e especialista de coluna em Florianópolis – ciclista amador mountain bike e ciclismo de estrada

Bicicleta pela vida –  mantenha distância de 1,5 metros do ciclista – Respeite o ciclista no trânsito

Algumas informações foram retiradas de: http://www.pedalafloripa.com/2013/11/dores-mais-comuns-nos-ciclistas-e-dicas.html

404
Dr. Carriço - Clínica da Coluna Vertebral, R. Idalina Pereira dos Santos, 67, sala 406, Agronômica, Florianópolis/SC, Fone 48 3028-7070
Horário de atendimento: 08:00 às 12:00 e 13:00 às 17:00