(48) 3028-7070
Ortopedia e Cirurgia da Coluna

Mudanças no ambiente de trabalho e a coluna

Por Gustavo. 30 de julho, 2016. Comente este post

Pesquisas recentes tem mostrado que as doenças musculo-esqueléticas são de longe a principal causa para afastamento do trabalho. Entre as alterações ortopédicas, a dor cervical destaca-se na população geral, independente de faixa etária. Foi publicada em abril de 2011 uma revisão Cochrane apresentando o que se sabe de fontes de pesquisa sobre o efeito das intervenções no ambiente de trabalho para pacientes com dor cervical, que não se afastaram do trabalho.

Foram selecionadas dez pesquisas (trials) envolvendo ao todo 2745 participantes. As intervenções realizadas nos ambientes de trabalho envolveram manuseio de estresse, princípios de ergonomia, conceitos de anatomia e doenças musculo-esqueléticas e a importância de atividade física. Os funcionários participaram de programas de ginástica laboral, foram orientados sobre postura correta, períodos de descanso e estratégias de relaxamento. Alguns estudos incluíram orientações sobre como realizar atividades físicas e carga horário de trabalho. Alguns estudos destacaram a melhor maneira de posicionamento frente aos móveis do local de trabalho.

ficar em pé para post site

Apesar de todas as pesquisas selecionadas terem fechado critério para passarem pela revisão Cochrane, concluiu-se que há baixa evidência de que os profissionais que receberam intervenções no local de trabalho tiveram mais alívio dos sintomas em relação aos profissionais que não receberam. Foi encontrada menor taxa de afastamento de trabalho contudo nos que receberam intervenções, no período de 6 meses, embora a longo prazo (12 meses em diante) tal diferença não tenha se mantido de maneira significativa. mais pesquisas são necessárias para comprovação das melhores providências que podem ser tomadas nos locais de trabalho afim de evitar problemas ortopédicos.

A revisão e as conclusões acima são fruto de pesquisas científicas revisadas pela fundação Cochrane. Isto não quer dizer que medidas e intervenções nos locais de trabalho não sejam benéficas aos profissionais com dores musculo-esqueléticas. O que a revisão conclui contudo é que apesar de na prática haver impressão de que as intervenções colaborem, não há comprovação científica suficiente para tornar tais alterações obrigatórias nas empresas e/ou locais de trabalho.

Accident-Related-Neck-and-Back-Pain

Acrescenta-se que no consultório, é possível notar que um dos motivos que mais leva ao afastamento do trabalho não são os problemas ergonômicos, mas sim o ambiente, a satisfação e o aspecto emocional de cada indivíduo. Tratar problemas de coluna envolve compreensão de todos estes fatores, orgânicos e não orgânicos. Procure ajuda especializada.

http://www.cochrane.org/CD008160/BACK_workplace-interventions-for-workers-with-neck-pain

Dr. Gustavo Carriço – ortopedia e tratamento de coluna em Florianópolis e Santa Catarina

dor lombar – dor nas costas – tratamento menos invasivo para hérnia de disco

xlif / llif / cirurgia por acesso lateral

404
Dr. Carriço - Clínica da Coluna Vertebral, R. Idalina Pereira dos Santos, 67, sala 406, Agronômica, Florianópolis/SC, Fone 48 3028-7070
Horário de atendimento: 08:00 às 12:00 e 13:00 às 17:00